Como conservar tintas que já foram abertas

Algumas dicas são muito importantes e fazem a diferença na hora de armazenar e conservar as latas e os baldes de tintas. É preciso identificar a melhor maneira para que eles possam ser reutilizados sem perder suas propriedades e qualidade por mais tempo. Para você que após realizar um serviço e ainda deseja reutilizar o seu material para outro trabalho, esse post foi feito especialmente para acabar com as suas dúvidas.

TINTA

Partindo do princípio que você já utilizou a tinta, mas ainda sobrou produto que pode ser reutilizado em um próximo trabalho, a primeira dica – e uma das mais importantes – é manter as latas bem limpas e em local arejado e seco. Ainda assim, não deixe as latas expostas ao sol, o calor em excesso endurece o seu produto.

Outro detalhe na hora de fechar o recipiente é verificar se o mesmo ficou fechado de maneira segura e que não terá riscos de a tampa cair, assim a tinta ficará apta para ser usada novamente. É importante certificar-se que a lata ficou bem fechadinha, o importante é não deixar entrar ar. Se for possível, guarde as latas de cabeça pra baixo, assim a entrada de oxigênio é menor e a película se forma no fundo do recipiente, assim, no próximo uso, a tinta estará pronta pra uso.

Por último, procure fazer a diluição apenas na quantidade que for utilizada no momento da pintura. Evite guardar tintas já diluídas, isso diminui a vida útil delas além de evitar fungos, apodrecimento e mau cheiro.

Outros materiais de pintura que devem ser armazenados corretamente:

PINCÉIS E TRINCHAS

Assim que utilizados, estes dois objetos devem passar por um processo de retirada do excesso de produto, que pode ser feito com um jornal. Em seguida, se a tinta for à base d’água, mergulhe os materiais em água. Mas se a tinta for à base de solvente, mergulhe no mesmo diluente utilizado na tinta, até que os pelos se descolem um do outro e tinta tenha se desprendido totalmente dos materiais.

Após isso, lave os com água morna e detergente e lembre-se de guarda-los secos e na posição horizontal (pode ser em potinhos) para não amassar as cerdas.

ROLOS DE PINTURA

Utilize uma espátula para retirar o acesso de tinta que ficou no rolo. Após isso, passe o rolo sobre um jornal para que o restante da tinta saia por completo. Desmonte o cilindro de suporte e, junto com o rolo,mergulhe na água ou diluente utilizado. Esfregue os pelos com um detergente de pH neutro e água quente e, em seguida, seque-o com um pano limpo e volto a encaixá-lo no suporte.

Mesmo com todas essas dicas, fique sempre atento as indicações de validade e de armazenamento que estão em nossas embalagens. Agora é só aproveitar ao máximo cada um de nossos produtos e dar ainda mais vida à sua vida.